7 dicas para estimular a criatividade

Não tem jeito: entra ano, sai ano, e sempre passamos por situações em que precisamos de boas ideias e elas simplesmente não fluem. Mas, não se preocupe, algumas simples atitudes são capazes de destravar a mente e aflorar nosso lado criativo. Que tal colocá-las em prática agora mesmo?

1. Ouça música

A canção certa pode mudar completamente seu estado de espírito e dar um gás para a sua mente. Se for clássica, melhor ainda. Grande parte da comunidade científica acredita que o ato de ouvir obras do compositor Wolfgang Amadeus Mozart gera um boost na criatividade, na concentração e em várias outras funções cognitivas.

2. Pratique a meditação

Aquele momento de impasse criativo pode ser resolvido com dez minutinhos de “OM”. De acordo com um estudo publicado no jornal científico Frontiers in Psychology, a atitude provoca o chamado “pensamento divergente”, processo em que a mente busca o maior número de novas ideias e soluções para um problema. Se você tem dificuldade em meditar, vale baixar algum aplicativo que facilite a tarefa, como o Headspace (disponível para Android e iOS).

3. Concentre-se em algo azul

Segundo pesquisadores da University of British Columbia, nos Estados Unidos, essa cor tem a capacidade de melhorar o desempenho de algumas funções cognitivas, especialmente no meio de uma reunião ou de um brainstorming. Os estudiosos descobriram que ela é duas vezes mais poderosa na tarefa de estimular a criatividade do que o vermelho. Motivo? O azul remete ao céu, ao oceano e a outros conceitos de liberdade, paz e tranquilidade.

4. Valorize e curta a natureza

Lembra quando você era criança e corria sem amarras pelos parques, brincando de faz-de-conta e se metendo em aventuras? Desfrutar de uma dose de verde pode trazer de volta essa sensação – e, com ela, uma imaginação surpreendente. Um estudo publicado pelo jornal científico PLOSone indicou que o contato com a natureza pode melhorar em 50% as funções cognitivas relacionadas à criatividade e à solução de problemas.

5. Exercite-se

Levantar do sofá não faz bem apenas para a silhueta. Atividades físicas relaxam a mente, que fica mais livre para resolver problemas e pensar em novas ideias. Para colher esse benefício, não basta ser atleta só aos fins de semana, ok? É preciso praticar exercícios regularmente, pelo menos três vezes por semana.

6. Escreva sem preocupação

Pegue papel e caneta e anote tudo o que vier à sua mente, sem se preocupar com revisões e afins. Descanse um pouco e, mais tarde, observe as anotações e decida quais ideias podem ser trabalhadas. Para que o exercício funcione, é preciso que ele seja feito à mão, combinado?

7. Durma!

Se você estiver em um impasse criativo, desligue o computador, coloque seu pijama e vá dormir. É durante o sono que o cérebro edita todas as informações que você absorveu durante o dia, guardando o que pode ser útil e jogando fora o que julga irrelevante. Por isso, ao acordar, suas ideias estarão mais organizadas, permitindo que você veja uma mesma situação de uma maneira completamente nova. Se não for possível dormir de verdade, vale tirar um cochilo: essa atitude estimula o lado direito do cérebro, responsável pela criatividade.